Pages

quarta-feira, 7 de julho de 2010

O patrimônio dos candidatos

Simão Jatene (PSDB) - declarou bens que somam cerca de R1,7 milhão. O patrimônio é formado por apartamentos, casas, dinheiro em contas bancárias, títulos de clube e carros. Jatene tem também um barco.


Domingos Juvenil (PMDB) - bens avaliados em R$ 1,4 milhão. O patrimônio é formado por imóveis no Pará e em Brasília, além de carros e quotas de empresa.


Fernando Carneiro (PSOL) - declarou um imóvel no valor de R$ 33 mil e um carro financiado de R$ 23 mil.

O candidato do PSTU Cléber Rabelo informou não ter bens.

A candidata da coligação “Acelera Pará”, Ana Júlia Carepa, ainda não forneceu esses dados ao Tribunal.
O pré-candidato do PSL, Luiz Carlos Tremonte, sequer fez o registro da candidatura. Será que desistiu?

Comentário
O objetivo de divulgar o patrimônio dos candidatos não é saber quem é mais rico, quem é mais pobre. Isso realmente não influencia na qualidade da administração. O objetivo é verificar, daqui a quatro anos, como evoluiu o patrimônio do eleito e se essa evolução é compatível com os ganhos lícitos do período.

7 comentários:

Anônimo disse...

RITA,
Se é para comparar o presente o o futuro, cabe verificar quanto era o patrimônio de ana Júlia declarado na campanha anterior, afinal, de qualquer forma, vai ter que aprecer o patrimônio de agora.

mapinguari disse...

Concordo, concordo. E o de Jatene também (antes de ser governador e agora).
Ass: Mapinguari, o curioso

Anônimo disse...

Somando o salário e todas as verrbas adicionais previstas em lei (o governador náo paga moradi, alimwentaçao, transprote, empregado, custeio da moradia, energia, telefone, água, condomínio, viagens), um governador de Estado não precisa roubar para fazer seu pé-de-meia para o resto da vida (a menos que queira levar uma vida nababesca e fazer caixa pra continuar a carreira política. Mas, quem tira das próprias reservas o custeio das campanhas?).
Basta poupar ou fazer investrimentos, o que não é proibido ao governador enquanto cidadão comum.
Numa conta grosseira, digamos que hoje a govenadora Ana Júlia ganhe 20 mil por mês. Um pelo outro, os 48 meses somariam pouco mais de 960 mil. Se aplicados na poupança, só no ano passado, a juros de 2009 (6,9203), ela terá, ao cabo do mandato, aumentando essa receita em cerca de 85 mil. Nada desprezível, concordam?
Então, para que roubar?

Anônimo disse...

O que eles declaram é uma brincadeirinha com a nossa cara. É subestimar nossa inteligência. Por que? É simples. Existe sempre um laranja na história!

Anônimo disse...

O que eles declaram é uma brincadeirinha com a nossa cara. É subestimar nossa inteligência. Por que? É simples. Existe sempre um laranja na história!

Anônimo disse...

É IMPRESSIONANTE E INCOMODO PARA OS PARAENSES, ATÉ O NOSSO JUDICIÁRIO ELEITORAL (O Q NÃO DIFERENTE DOS OUTROS) ANDA MOVIDO A LENHA, POIS, A MAIORIA DOS ESTADOS JÁ DIVULGOU OS DADOS DOS CANDIDATOS E OS NOSSOS AINDA NÃO CONHECEMOS (ME REFIRO AO DIVULGACAND NO SITE SO TSE).
AI ME PERGUNTO PQ TEMOS QUE ESTAR SEMPRE NA TRASEIRA? FALTA ESTRUTURA AO NOSSO TRE? TEMOS ESTRUTURA INFERIOR AOS DEMAIS? OU NÃO ESTAMOS SENDO COMPETENTES PARA CONCLUIR NOSSAS ATIVIDADES?

Anônimo disse...

Rita, coloque os dos deputado fed e est tb e senadores, assim a gente sabe quem são