Pages

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Volto à noite

Vou acompanhar agora as convenções e só volto à noite. Espero postar um resumo do que vai rolar por lá

Enfim um vice ... para José Serra

Do Congresso em Foco


O presidente nacional do DEM, Rodrigo Maia (RJ), acaba de anunciar que o deputado Índio da Costa (DEM-RJ) será o vice na chapa encabeçada pelo tucano José Serra à Presidência.

Em seu primeiro mandato parlamentar federal, Índio é afilhado político do ex-prefeito do Rio César Maia, de quem foi secretário de Administração.

O deputado é advogado, tem 39 anos e foi um dos relatores do projeto que resultou na Lei da Ficha Limpa. A escolha do parlamentar do DEM tenta acalmar os ânimos entre os dois partidos, que entraram em conflito no último fim de semana com o anúncio de que o senador tucano Alvaro Dias seria o vice de Serra.

Segundo o deputado Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA), um dos vice-presidentes do partido, o ex-governador paulista participou ativamente da escolha de Índio. "A gente traz uma pessoa nova para o processo. Uma pessoa que não estava sendo cogitada, mas que tem destacada atuação no Congresso", disse ACM Neto.

Pacto com o diabo

Mais uma colaboração de luxo da super Aline Brelaz que passou a manhã na Câmara de Vereadores de Belém

Petistas e petebistas não largaram os telefones celulares no plenário da câmara. É que o chefe da Casa Civil, Everaldo Martins e o próprio prefeito Duciomar Costa insistiram na pressão para conseguir a aprovação do projeto de privatização do sistema de água e esgoto de Belém, como parte do acordo entre PT e PTB para reeleger a governadora Ana Júlia Carepa.

Da galeria popular, os urbanitários aos gritos conseguiram a vitória do primeiro round da batalha, liderada pelo petista, Otávio Pinheiro, além das bancadas do PMDB, PPS e parte do DEM. Sem clima para manter a votação em pauta, o presidente Walter Arbage encerrou a sessão já às 12h35.

O acordo realizado entre Duciomar e Ana Júlia mistura o patrimônio público com os interesses político-partidários e, acima de tudo, com os projetos de poder de ambos. Apesar da governadora assegurar em seu twitter que é contra a privatização, o chefe da Casa Civil prosseguiu livremente com a negociação com o PTB, exigindo a mudança de postura da bancada petista.

Atordoados com a pressão, os petistas Adaberto Aguiar e Otávio Pinheiro definiram a aliança com "pacto com o diabo" e de aliança espúria.

Plantão

1) Helenilson Pontes foi convidado e aceitou ser o vice na chapa de Simão Jatene.

2) A bancada do PT, na Câmara, votará contra o projeto de privatização dos serviços públicos municipais , incluindo o abastecimento de água. O acordo do PT com o PTB está ameaçado


Atualizado às 12h15
No blog do Espaço Aberto, Helenilson Pontes nega ter sido sondado para vice de Jatene. Na AL, onde estou agora, deputados tucanos garantem que "há 97% de chances" de ser ele o vice

Atualizado às 12h43
O deputado Joaquim Passarinho informou agora na AL que o acordo do PT com o PTB está suspenso. Na convenção logo mais à tarde, o partido de Duciomar Costa deverá manter em aberto o apoio à releição de Ana Júlia Carepa. A decisão, garante Passarinho, só na segunda-feira.

Continua a procura por um vice

Faltam seis horas para começar oficialmente a convenção do PSDB e ,até este momento, o partido ainda não decidiu quem será o candidato a vice-governador na chapa de Simão Jatene. As conversas se estenderam até quase 4 da manhã, segundo me informou um deputado tucano, mas ainda não foi fechado o nome.

Na bolsa de aposta da Assembleia, o nome do advogado Helenilson Pontes é o mais cotado.

Sobre a prisão de João Carlos Carepa

Assim que o Tribunal de Justiça do Estado divulgou a condenação de João Carlos de Vasconcelos Carepa, por abuso sexual contra uma menina de 11 anos, a irmã dele, Ana Júlia Carepa, governadora do Pará, foi ao twitter e comentou o assunto. Disse que ninguém está acima da lei.

O mais importante, contudo, é não se ter notícia de que Ana Júlia tenha usado o poder do cargo que ocupa para interferir no processo.

Dezenas de internautas se manifestaram elogiando a posição de Ana Júlia que, nesse caso, agiu como se esperava que agisse.

Não é difícil imaginar a dor que o crime está causando às duas famílias: da menina e de João Carlos.

Também é fácil supor a decepção de Ana Júlia com o irmão, a revolta que deve ter sentindo como mulher e mãe ao saber da história e a vergonha por ter que tratar desse assunto publicamente.

Não há escapatória. “Irmão da governadora” é aposto que vai acompanhar todas as citações ao nome do criminoso.

Mas como disse uma amiga, amigos a gente escolhe e pode até descartar, parente não.

O que se espera é que, assim como Ana Júlia, os adversários dela também façam o que se espera deles. Mantenham o assunto na esfera policial e não o levem para as páginas de política.

Aos que insistirem um aviso: a história tem mostrado que, em geral, quem recorre a jogos rasteiros, é que acaba com a cara no chão.

Quem avisa amigo é

Atenção servidores públicos de todas as esferas: a partir do dia 5 de julho, começa oficialmente a campanha eleitoral.

Ficaremos atentos para uso de celular, e-mails e provedores institucionais para envios de tweets, torpedos e postagens em blogs com conteúdo partidário.

Atenção também para uso de e–mails públicos para envio de conteúdos de campanha como agenda de candidatos.

Cuidado ao usar carros oficiais em compromisso de campanha.

Esses chatos que são os jornalistas e, lógico, os adversários não deixarão passar em branco.
Levarão os casos para o Ministério Público Eleitoral.

Melhor evitar problemas.

Só para lembrar, em 2006, a então candidata à Presidência da República, Heloísa Helena (PSOL), teve que demitir o assessor de imprensa que passou, inadvertidamente, a agenda da candidata pelo e-mail do Senado, configurando uso dos recursos públicos para o objetivo eleitoral.

Pode parecer exagero, mas em um País patrimonialista como o Brasil, onde o público e o privado são sempre misturados, todo cuidado dos eleitores ainda é pouco.

PSC muda de rumo na última hora

Do blog do Noblat


Em entrevista coletiva marcada para amanhã às 11h, o Pastor Everaldo, presidente do Partido Social Cristão, anunciará que seu partido retira o apoio a José Serra, candidato do PSDB à sucessão de Lula, e adere à candidatura de Dilma Rousseff (PT).

O PSC tem 16 deputados federais e um senador. (O PPS, por exemplo, partido que apoia Serra, tem 15 deputados.) E tem 18 segundos de tempo de propaganda eleitoral no rádio e na televisão.

O Pastor Everaldo havia anunciado o apoio do PSC a Serra em 4 de maio último. Mudou de opinião depois de ver os resultados das mais recentes pesquisas de intenção de voto e de várias conversas que teve com o ministro Alexandre Padilha, das Relações Institucionais, e o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A desculpa a ser oferecida de público para justificar a troca de lado será a indicação ignorada pelo PSDB do senador Mão Santa (PSC-PI) para vice de Serra.

Comentário

No Pará, o PSC chegou a ser cotado para indicar o vice na chapa de Simão Jatene, mas também voltou atrás na última hora.
Quero muito ver os discursos do senador Mão Santa em favor de Luiz Inácio. Justo ele, que até bem pouco tempo, era crítico feroz do governo
Essa gente troca de lado e nem se dá ao trabalho de explicar as razões.

terça-feira, 29 de junho de 2010

Petistas na Câmara se rebelam contra obrigatoriedade de apoiar projeto de Duciomar

Pode ir por água abaixo (com perdão do trocadilho) a intenção do PT de enquadrar a bancada na Câmara de Vereadores para votar favorável ao projeto que abre a porteira para privatização de serviços municipais incluindo o abastecimento de água.

O vereador petista Otávio Pinheiro, que já presidiu o Sindicato dos Urbanitários - a que estão ligados os servidores da Cosanpa - garantiu ao blog que vai manter oposição contrária ao projeto

Pinheiro não só votará como trabalhará contra a proposta da prefeitura. “Se o essencial do acordo (entre PT e PTB) for isso (a votação na Câmara), eu diria que é um acordo precário porque não está fundamentado em projeto para o Estado”, disse.
O vereador afirma que não teme ser punido pelo partido. “Eu acredito no PT, mas tenho que manter a minha coerência”.

A bancada do PT é formada por cinco vereadores e contando com Pinheiro, pelo menos três, devem votar contra. “Esse projeto é ruim para a população. Vai provocar aumento da tarifa precarização do serviço e exclusão dos mais pobres”, diz Pinheiro.

Apoio de Duciomar custa caro para o Estado

O prefeito de Belém Duciomar Costa com o seu PTB foi um dos últimos a fechar acordo para a releição da petista Ana Júlia Carepa e não tem do que se queixar.

O acordo entre PT e PTB vai garantir o repasse, pelo governo, de R$ 162 milhões em dinheiro para o município de Belém, recurso que será pago pelo Estado em até dez anos, mas que o prefeito poderá transformar em dinheiro vivo se repassar a dívida para algum banco.

Ressalte-se que esse repasse se refere ao que vinha sendo repassado a menor na quota parte do ICMS para município e que há decisão judicial prevendo o pagamento.

Surpreende que exatamente agora, quando o governo negocia apoios para a reeleição de Ana Júlia, o Estado tenha resolvido quitar a dívida.

Agora há pouco no Hangar, o município de Belém recebeu 11 Ambulâncias.

E ainda tem o polêmico apoio que a bancada petista terá que dar ao projeto que prevê repassar para a iniciativa privada vários serviços municipais entre eles o abastecimento de água. O detalhe é que os petistas sempre foram os maiores adversários do projeto e agora vão ter engolir as críticas e mudar o discurso de uma hora para outra.

E tem mais, o PTB deve receber de presente uma vaga num tribunal de contas.

Nunca antes da história do Estado se viu um apoio político custar tão caro e ser negociado em termos tão pouco republicanos (para usar uma palavra da moda tão cara aos petistas) .

De uma coisa, pelo menos, o eleitor não pode reclamar. Está sendo tudo feito de maneira escancarada.

Ana Júlia se manifesta sobre condenação do irmão

A governadora Ana Júlia Carepa usou o twitter para se pronunciar sobre a decisão judicial que condenou o irmão dela, João Carlos de Vasconcelos Carepa, a 15 anos de prisão por abuso sexual contra uma menina de 11 anos.
Em quatro postagens feitas há cerca de uma hora, a governadora classificou o assunto de “doloroso”, mas ressaltou que “ninguém está acima da lei”. Ana Júlia disse também que não falará mais sobre o caso.

Confira os tweets de Ana Júlia

"Recebi notícia do decreto de prisão de meu irmão João Carlos. O assunto é doloroso e constrangedor p nossa família como p toda família (cont).

(cont.) que tem problemas desse tipo mas muito mais p aquelas famílias que sofrem. Conseqüências de qualquer tipo de violência. (cont.)

(cont.)minha posição como gov, mulher e mãe é de que ninguém está acima da lei. Como governadora e diante da responsabilidade do cargo(cont)

Cont.) não me pronunciarei mais sobre sobre assunto q está na Justiça, um poder independente e q deve ser respeitado como tal. (Cont.)"

João Carlos Carepa é condenado a 15 anos de prisão por abuso sexual contra menina de 11 anos

DO site do TJE

O assistente administrativo João Carlos Vsconcelos Carepa, paraense, 52 anos, foi condenado a 15 anos de reclusão em regime inicialmente fechado por abusar de uma menina de 11 anos de idade, em 2006.

A sentença foi proferida pela juíza Maria das Graças Alfaia Fonseca, titular da Vara de Crimes Contra Crianças e Adolescentes de Belém, onde tramitou o processo penal.

A decisão da juíza se baseou no conjunto das provas (testemunhais e periciais) que constam no processo, e acompanhou o entendimento da representante do Ministério Público do Estado (MPE), através da promotora de Justiça Sandra Gonçalves, que requereu a condenação do assistente administrativo.

Ao julgar procedente a ação a juíza considerou a culpabilidade do réu “gravíssima pois de forma consciente e perversa premeditou os crimes, razão pela qual tal circunstância não o favorece”.

A julgadora considerou que a personalidade do réu propensa à prática da pedofilia e que os motivos do crime não favoreciam o acusado, posto que procurou praticá-lo de forma que não fosse jamais flagrado ou descoberto.

Na sentença, a juíza destacou que o comportamento da vítima em nada concorreu para o crime, de conseqüências gravíssimas pelo trama psicológico causado.

Procura-se um vice

Cá como lá, o PSDB ainda está às voltas com a escolha do vice. Até a noite de ontem, pelo menos, não havia nome definido, de acordo com tucanos consultados pelo blog. O deputado federal Zequinha Marinho (PSC) foi sondado, mas disse não. Prefere concorrer à reeleição.

Indefinido

O DEM marcou para amanha às 16 horas o anúncio dos caminhos que vai seguir na campanha deste ano. Em reunião ontem, convencionais democratas assinaram ata dando poderes ao presidente da legenda, deputado federal Vic Pires Franco para fazer as coligações e acordos que julgar importantes para o partido.
O chefe da Casa Civil de Ana Júlia Carepa, Everaldo Martins confirma que as conversas com o PT continuam.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Música deliciosa para embalar o domingo

DEM lança Valéria ao Senado

Do Diário On Line


O DEM realizou nesta segunda-feira (28), em sua sede em Belém, uma convenção interna para decidir sobre candidaturas às eleições e a realização, ou não, de coligações. Segundo o deputado
Márcio Miranda, líder do DEM na Assembleia Legislativa, foi assinada durante a convenção uma ata que lançou, por unanimidade, a candidatura de Valéria Pires Franco ao Senado.

Márcio Miranda adiantou que o DEM não terá candidatura própria ao governo do Estado e que a ata assinada hoje concede autonomia ao presidente da Executiva Estadual do partido, Vic Pires Franco, para negociar coligações com os outros partidos, não só no que concerne ao governo estadual, mas também para os cargos do legislativo federal, que serão disputados nas eleições de 2010.

As coligações devem ser definidas na convenção regional do partido, que ainda não tem data definida. Miranda enfatizou que Vic Pires Franco tem autonomia para “dialogar alianças com todos os partidos que respeitarem e criarem condições para ao apoio à candidatura de Valéria ao Senado”, esclareceu.

Galvão reforça marketing de Jatene

O publicitário Pedro Galvão foi convidado por Orly Bezerra e aceitou colaborar com a campanha do tucano Simão Jatene ao governo
Estas e outras notícias quentes você lê na coluna Plateia.Com de Tito Barata no site Belém do Pará.
Clique aqui para ir lá

A convenção do PPS 2


Só agora recebi fotos da convenção do PPS que reuniu também os tucanos
Clique na imagem para vê-la ampliada

A chapa do PMDB

Lista repassada ao blog pela secretaria Executiva do PMDB

Candidatos a deputado federal

Adelar Pelegrini
Asdrubal Mendes Bentes
Catarino Ribeiro de Lima
Elcione Therezinha Zahluth Barbalho
Emerson Ferreira Monsef
Genilson Lourivaldo da Silva
Henrique de Campos Soares Junior
José Benito Priante Junior
José Soares da Silva
Leonardo Macedo Lobato
Diana Aparecida Ataide Fernandes
Luiz Otavio Oliveira Campos
Manoel Nazareth Sant’Anna Ribeiro
Marcelo Pierre Acacio
Maria Lucidalva Santos Bezerra
Mauricio Brandão Correa
Vanessa Correa Vasconcelos
Vicente de Paula Maciel Lobato
Waldecir Leal dos Santos
Wladimir Afonso da Costa Rabelo


Candidatos a deputado estadual:

Adriana Miranda de Lima Warwick
Ana Isabel Mesquita de Oliveira (Bel Mesquita)
Ana Machado do Prado
Ângela Conceição de Oliveira Monteiro
Antonelo Todde
Antonio Rocha
Benedito Augusto Bandeira Ferreira
Delvani Balbino dos Santos
Luiz Alfredo Amim Fernandes
Edir Manoel de Castro Pires
Edmilson de Souza Campos
Erlon Werton Feitosa
Francisco das Chagas Silva Melo Filho (Chicão)
Francisco de Oliveira Besteiro
Jader Gardeline
João Wanderley Silva de Oliveira (Maguila)
José Antonio Scaff Filho
José Augusto da Conceição
José Milesi
José Roberto Ferreira
José Wilson Costa Araújo (Zeca Pirão)
Josefina Aleluia de Aquino Carmo
Juliano da Silva Lima
Karla Natasha Moreira Pinto
Leôncio Braz de Souza Neto
Luiz Eduardo Anaice da Silva
Márcio Mota Vasconcelos
Maria Helena Alfaia de Souza
Maria Iranilse Brasil Dias Pinheiro
Maria Nilma Silva Lima
Martinho Arnaldo Campos Carmona
Mauro Gomes de Barros
Miguel Santana de Castro
Ozório Adolfo Góes Nunes de Souza
Parsifal de Jesus Pontes
Paulo Liberte Jasper (Macarrão)
Paulo Sérgio Rodrigues Titan
Saphira Maira Siqueira da Silva Neto
Simone Maria Morgado Ferreira
Tatiana Oliveira
Tony de Souza Lisboa
Vinicius Zahluth Bastos
Wanderlan Augusto Brandão Quaresma
Willa Lobato Bueres
Yuri Leal Fonseca

Governo:
Domingos Juvenil
Hildegardo Nunes

Senado:
Jader Barbalho

*A Executiva estadual ainda vai deliberar sobre os suplentes e também sobre um segundo nome ao Senado

Crise nacional entre PSDB e DEM pode ter desdobramentos no PA

Uma das consequências pode ser a abertura de vaga para que Valéria Pires Franco concorra ao Senado numa aliança com os tucanos

Veja o que diz o blog do Noblat

Depois de passarem o final de semana trocando farpas, em razão da indicação do senador Álvaro Dias para a vice de Serra, PSDB e DEM começam a semana no mesmo clima de descompasso.

Na tentativa de apaziguar o sentimento de revolta no DEM, o PSDB sinaliza com concessões nos estados. Entre eles, o Pará.

Mas se depender dos candidatos de ambos os lados da região, a briga no âmbito nacional continuará sem trégua.

No estado, o DEM exige que o senador Flexa Ribeiro (PSDB) desista da reeleição para que a candidata Valéria Pires (DEM) saia sozinha na chapa para o Senado.
Para o DEM, essa seria uma maneira de o partido assegurar a segunda vaga aberta para o Senado, uma vez que a primeira é tida como praticamente certa ao candidato Jader Barbalho (PMDB).

Segundo o presidente regional do partido, deputado federal Vic Pires, caso não haja acordo até quarta-feira (30), prazo final para a definição das coligações, o DEM vai se bandear para o lado do PT.

Com a manobra, Ana Júlia Carepa, candidata pelo PT à reeleição do governo local, pode ganhar cerca de 1 minuto e 44 segundos de tempo de rádio e TV.

“Se não formos sozinhos, vamos com o PT que nos quer na chapa com ele”, assegurou Pires ao Blog, que é casado com Valéria.

“Há um acordo informal no PSDB de que o segundo voto vai para o Jader. Então ficaria o Flexa com o primeiro voto, o Jader com o segundo e a Valéria vendo a banda passar”, explicou.

“Conversei com o Rodrigo Maia [presidente nacional do DEM] há pouco por telefone e ele disse que conversou com o Sérgio Guerra [presidente nacional do PSDB] que confirmou que a questão do Pará já está resolvida. Mas não está”, ressaltou Vic Pires.

Apesar da indefinição do cenário político no Estado, o senador Flexa Ribeiro adiantou ao blog que a candidatura dele está mantida e que não aceita ser colocado como moeda de troca no impasse criado com a candidatura de Dias.

“A minha vaga está mantida. Não quero ser problema para o nacional, mas não vou abrir mão do que é mais do que legítimo que é a minha candidatura. Abrir mão? De jeito nenhum”, disse Ribeiro.

É hora de dizer obrigada

Para todos que ligaram, perguntaram e até fizeram orações pelo bebê mais fofo do mundo, o meu muito obrigada. João está em casa desde o último sábado. Ainda tosse um pouquinho, mas está mais sorridente e comilão que nunca.

Agradecimentos especiais para Aline Brelaz, Silva Sales, Adelina a nossa Bia, e Ieda Jucá.

A chapa petista

Nomes repassados pela assessoria do PT

Candidatos a deputado estadual:

Alfredo Cardoso Costa
Adalberto Aguiar Nunes
Antônio Ferreira Lima
Ana Suely Maia de Oliveira
Airton Luiz Faleiro
Bernadete Ten Caten
Bira Rodrigues
Carlos Alberto Barros Bordalo
Carlos Alberto Gonçalves Custodio
Cleidelene Galvão de Araujo
Cilas dos Santos Souza
Edilza Joana Oliveira Fontes
Eldmi Rodrigues Castro
Edilson Moura da Silva
Euzébio Rodrigues
José Maria de Sousa Melo
Joclau Barra Lima
Joilson Ranieri
João Alves Bezerra(Sabiá)
João Laurentino da Silva
José Raimundo Pompeu Portilho
Josimar de Souza Lira(Mazinho)
João Nazareno Nascimento Moraes
João Claudio Arroyo Tupinabá (Arroyo)
Laércio Rodrigues Pereira
Lucia Maria Carvalho de Sousa
Márcio Ivan Lopes Ponte de Souza
Miguel da Silva Guimarães
Maria do Socorro dos Santos Jucá
Milton Zimmer Schneider
Otávio de Souza Pinheiro Neto
Paulo Sergio Souza
Pedro Aquino de Santana
Raimundo de Oliveira Filho
Raimundo Nonato Coelho Souza(Nonatinho)
Regina Lucia Barata Pinheiro Souza
Sebastião Ferreira Neto (Ferrerinha)
Sandra Batista
Valdir Ganzer
Vanildo Silva Maciel

Candidatos a deputado Federal:

Carlos Eduardo Cardoso Martins
Carlos Alberto Castelo Branco(Puty)
Esmerindo Neri Batista Filho (Miriquinho)
José Geraldo Torres da Silva
José Roberto Oliveira Faro
Jose Carlos Soares Tavares
Mario Andrade Cardoso
Márcio André Barros Moreira
Raimundo de Pinho Marques
Siglia Simone Bentes Padilha

Candidaturas ao Senado:

Paulo Rocha
Pré-inscrição de suplentes de Senador
Avelino Ganzer
Luís Bressan

Governo
Ana Júlia Carepa e Anivaldo Vale

Aliados
PR, PSB, PCdoB, PP, PDT, PTB, PSC, PRB, PV e PHS

Desencanta e encanta Kaká


Tempo quente na pauta política da semana

Na Assembleia, dois projetos prometem incendiar as relações entre governo e oposição. O primeiro são os vetos às planilhas do projeto de autorização de empréstimo no valor de R$ 366 milhões.

Outra polêmica será a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). A presidente da Comissão de Finanças da AL, deputada Simone Morgado (PMDB) propôs aumento dos percentuais de repasse para Tribunal de Justiça, Ministério Público e Defensoria. O governo não dá indicações de que vá ceder.

Detalhe: temos apenas duas sessões ordinárias (terça e quarta-feira) para votar os dois projetos.

Ou os deputados fazem um acordão ou será necessária convocação extraordinária. Eles não recebem mais salários extras por essas convocações.

Convenções

Fora da AL, as atenções se voltam para convenções do PT, PSDB e DEM, a serem realizadas no dia 30. O PT já está com chapa quase completa. A dúvida é se o partido vai lançar um nome para segunda vaga ao Senado.

O PSDB ainda não disse quem será o vice de Simão Jatene. Deve indicar a segunda vaga ao Senado.

O DEM ainda não deu sinais de qual será a estratégia eleitoral.

As ligações delicadas entre PT e DEM no Pará

Crescem os boatos de que o PT e o DEM fecharão uma espécie de acordo - não uma aliança formal - com os petistas apoiando a candidatura de Valéria Pires Franco ao Senado.

Até o momento nenhum dos lados confirma oficialmente essa informação.

O certo é que a crise nacional entre Democratas e Tucanos prejudicou e muito as conversas entre os dois partidos no Pará e pode ter intensificado as conversas do DEM com o PT.

O apoio do PT ao DEM, contudo, enfrenta resistências internas.

Veja o que escreveu, sobre o assunto, a petista Edilza Fontes no blog agora pela manhã

A situação do DEM no Pará.

"A posição do PT, do que eu ainda entendo deste partido, será de não oferecer a segunda vaga para o senado ao DEM. A lógica interna passa pela avaliação que não deve-se colocar em risco a eleição de Paulo Rocha, além da posição do DEM em acompanhar a candidatura Serra.A situação desconfortável por que passa o DEM no Pará é resultado ainda de eleições mal resolvidas na campanha de 2008, e que agora vem a tona. Outro elemento para complicar as relações DEM e PSDB, são as pretensões legitimas dos deputados do PSDB, o Nilson Pinto, o Wandenkolk e Zenaldo, em disputar a reeleição. Eles todos não concordam em coligar com o DEM para câmara federal e, darem ao deputado Vic e Lira mais condições de reeleição.O PSDB no Pará passa por um momento de disputas internas, que colocam em risco a candidatura do ex-governador Jatene, que assim como Serra não consegue articular a ampliação de sua chapa, até mesmo com seu aliado histórico, o DEM".

A convenção do PPS

A grande novidade na convenção do PPS foi o lançamento da candidatura de Helenilson Pontes ao Senado concorrendo na segunda vaga da coligação com os tucanos. A primeira já está garantida para o senador Fernando Flexa Ribeiro (PSDB).

A convenção foi realizada ontem.

Se essa chapa vai ser sacramentada, só saberemos na convenção do PSDB marcada para quarta-feira à tarde.

O PPS foi o primeiro e até agora único partido, além do PSDB, a apoiar a candidatura de Simão Jatene ao governo.

Jatene foi à convenção e agradeceu a aliança com o PPS, dizendo que quer o partido “não apenas na aliança eleitoral, mas principalmente do futuro governo com as suas propostas”.

O PPS apresentou 63 candidatos a deputado estadual e cinco a federal. Entre os federais, está o nome de Arnaldo Jordy.

domingo, 27 de junho de 2010

A convenção do PSOL



O PSOL também realizou convenção no sábado.

O partido terá candidato próprio ao governo. A chapa majoritária é formada por Fernando Carneiro para o governo; Mônica para vice; Marinor e João Augusto para o Senado. A legenda aprovou também 30 candidaturas para a eleição proporcional, sendo 16 para a Câmara Federal e 14 para a Assembleia Legislativa.

O destaque fica para a candidatura do ex-prefeito Edmilson Rodrigues, que buscará ser o puxador de votos da legenda para a consquista da primeira bancada de parlamentares psolistas no parlamento paraense. O senador José Nery e a ex-deputada Araeli Lemos também vão disputar vagas na AL.

Clique na imagem se desejar vê-la ampliada

Feliz domingo para todos

A convenção do PMDB


Cerca de três mil pessoas participaram da convenção do PMDB realizada sábado no auditório João Batista na Assembléia Legislativa. Como o auditório é pequeno, a maioria das pessoas ficou na praça em frente ao Palácio Cabanagem, onde um trio elétrico animava os convencionais.

Lá dentro, foram sacramentadas as candidaturas de Domingos Juvenil ao governo, Hildegardo Nunes como vice e Jader Barbalho ao Senado.

Jader reiterou que nenhum peemedebista está desobrigado de apoiar a candidatura própria. Ou seja, não vai tolerar traições.

O ex-deputado José Priante que pleiteava a vaga de candidato ao governo, será candidato à Câmara Federal. Jader pediu e Priante deu um longo abraço em Juvenil, para mostrar que foi selada a paz.

A convenção reuniu 40 dos 41 prefeitos do PMDB. Apenas o de Bragança faltou porque está na África do Sul para a Copa do Mundo.

O tucano Almir Gabriel não compareceu, mas algumas pessoas vestiam camisetas amarelas com a inscrição Almir + Juvenil.

Jader prometeu comemorar a vitória de Juvenil com suco de laranja, numa provocação àqueles que dizem que o deputado é um candidato laranja.

Desculpa leitores
O bog passou na convenção, depois emendou para um almoço que acabou à noite e por isso só hoje estou postando as notícias da convenção. Sorry

A foto acima foi copiada do blog do Bacana

"Não sai o DEM e nem saio eu", afirma Álvaro Dias

Da Folha On Line

O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) disse hoje, durante a convenção estadual do PSDB em Cuiabá, que foi advertido pela direção nacional do PSDB a não mais afirmar que desistiria da indicação a vice na chapa de José Serra em caso de o DEM acenar com um rompimento.

"Não tenho o direito de abrir mão de uma convocação. Ontem, eu disse que não acreditava que o DEM pudesse deixar a aliança, tanto que podia até afirmar que antes de o DEM sair, eu sairia. O que estou afirmando hoje é que não sai nem o DEM e nem eu. Nós dois ficamos", disse o senador.
Sobre as críticas de lideranças do DEM à chapa pura tucana, Dias disse considerar que a postura "é do jogo democrático. "É legítimo que o DEM postule a indicação de um nome. Mas certamente a prioridade será a eleição de José Serra."


Comentário
Quanto mais PSDB e DEM falam mais agravam a crise. Depois dessa declaração de Álvaro Dias, o deputado Ronaldo Caiado foi ao twitter e disparou

"Estranho essa declaração do @alvarodias "não saio eu bem sai o DEM". Se Dias não influencia o PSDB do Paraná, muito menos o DEM nacional "

Ficha Limpa: MPE aguarda registros para poder agir

Do Diário do Pará

A Justiça Eleitoral terá demanda extra a partir de 5 de julho, quando termina o prazo para o registro de candidaturas.

A aprovação do projeto Ficha Limpa deve gerar uma enxurrada de pedidos de impugnações.O Ministério Público Eleitoral estima que no Pará cerca de 900 pessoas peçam registro de candidatura.

O procurador eleitoral, Daniel Avelino, diz que ainda não tem a lista de quem está inelegível segundo as novas regras: assim que forem feitos pedidos de registro, analisará caso a caso e pedirá ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que negue os registros àqueles que não cumprem os requisitos.

“O que o eleitor espera é que a Justiça tenha agilidade”, diz o procurador, que se negou a fornecer uma lista dos nomes já passíveis de impugnação.

sábado, 26 de junho de 2010

Rompimento a vista?

Do deputado Ronaldo Caiado (DEM) no twitter

"Tenho conversado com lideranças do Democratas. Cada vez mais cresce o sentimento para decidirmos pelo fim da aliança com o PSDB na convenção"

"Se o PSDB manter a decisão de não cumprir o acordo de ceder a vice de Serra, ganhará corpo a decisão do DEM romper a aliança".

Alvaro Dias pode desistir de chapa puro-sangue para não romper aliança com DEM

Da Veja on Line

O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) disse nesta sexta-feira, 25, em Cuiabá (MT), que caso o DEM se mantenha irredutível quanto a chapa puro-sangue, ele vai desistir de ser vice de Serra para não comprometer a aliança. "Se o DEM tiver que sair, saio eu", afirmou. Segundo ele, o senador Sérgio Guerra [PSDB-PE] ficou encarregado de conversar com os Democratas. "E só falta isso", disse Dias, que participa hoje da convenção do PSDB-MT.

O Twitter como arma

Assim que soube que o PSDB havia fechado em torno do nome do senador Álvaro Dias para ser vice na chapa de José Serra à Presidência da República, o Democrata Ronaldo Caiado começou a disparar contra os tucanos. A arma usada foi o twitter

Confira as postagens de Caiado na tarde e noite de ontem:

"Eu não ganho votos apoiando o Serra. Eu transfiro votos pra ele"

"O poder do Serra de desorganizar as coisas é fora do comum. O Álvaro Dias não acrescenta nada e desagrega muito"

"Só convivo em ambientes nos quais me respeitam. Sou um político desencabrestado. Não admito esse tipo de comportamento"

"Acordo é acordo. A vice era do DEM. Queremos ajudar o País, mas se PSDB não quer ganhar a eleição, como disse @bornhausen, "hasta la vista"

Ao final do dia, o jornalista Ricardo Noblat avaliou, também via twitter

"Se a oposição já é ruim fazendo a política tradicional imagine quando inova e começa a fazer política em tempo real via twitter".

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Presidente do DEM diz que não aceita vice do PSDB

Da Folha.com via Blog do Noblat

O presidente do DEM, Rodrigo Maia, disse que o seu partido não irá aceitar indicação do PSDB para a vaga de vice na chapa do presidenciável José Serra (PSDB), qualquer que seja ela.

O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), disse à Folha que está consultando os partidos da aliança sobre o nome do senador Álvaro Dias (PSDB-PR).
Segundo Maia, a única opção que o DEM aceita no PSDB é o ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves, fora ele, o nome deve sair do DEM.

Maia aconselhou o PSDB a resolver o problema da aliança no Paraná, que seria contornado com a indicação de Dias para a vice de Serra, indicando o prefeito de Curitiba, Beto Richa (PSDB), para disputar o Senado e dando a vaga de candidato ao governo do Paraná para Osmar Dias (PDT).

"Eles podem resolver o problema do Paraná entre eles. Não controlaram o Beto e agora querem usar a aliança nacional para resolver? O problema do Serra está no Sudeste e no Nordeste, saíram duas pesquisas. Será que eles não entenderam isso?", perguntou Maia.

Para complementar: "Se eles querem abrir mão, que abram no Paraná com o braço deles e não com o meu."

A indicação de Dias para vice de Serra faria com que Osmar Dias, seu irmão, desistisse da disputa ao governo e saísse ao Senado na chapa de Richa.

Desta forma, ficaria inviabilizado o palanque da petista Dilma Rousseff no Paraná, que hoje teria Osmar Dias como candidato ao governo.

Hildegardo Nunes pode ser vice de Juvenil

Hildegardo Nunes se encaminha, neste momento, para a casa do deputado estadual Domingos Juvenil, pré-candidato do PMDB ao governo.
Vai receber o convite para ser o vice na chapa peemedebista. Há grandes chances de que aceite.

Atualizado às 22h48
Hildegardo Nunes deixou agora há pouco a casa do deputado Domingos Juvenil. Aceitou ser o vice. Ao blog contou que pretendia concorrer à Assembleia Legislativa, mas foi convenvido por Juvenil.

No twitter, o prefeito de Ananindeua, Helder Barbalho foi o primeiro a anunciar a dobradinha Juvenil/Hildegardo. O líder do PMDB na AL, deputado Parsifal Pontes também anunciou a novidade no blog dele .

Sobre Hildegardo:
O candidato a vice pelo PMDB tem 49 anos. Está filiado ao partido desde 2006. Já foi vice-governador na gestão de Almir Gabriel. Recentemente ocupou a Secretaria de Governo da Prefeitura de Ananindeua.

Hildegardo foi candidato ao governo em 2002 sem o apoio de Almir Gabriel que o preteriu preferindo Simão Jatene que acabou eleito.

A política, assim como a vida, é mesmo a arte do encontro.

Inferno Astral Tucano

A candidatura de José Serra à presidência da República parece ter perdido o rumo. Primeiro foi a pesquisa CNI/IBOPE que aponta, pela primeira vez, a candidatura de Dilma Rousseff à frente nas intenções de votos.

Agora, uma verdadeira guerra em torno da escolha do vice.

No Pará, também sobram problemas

O senador Flexa Ribeiro disputa com o deputado federal Zenaldo Coutinho a presidência do partido.

O ex-governador Almir Gabriel trabalha com, cada vez, mais disposição contra Simão Jatene.

O PSDB ainda não se acertou com seu aliado histórico o DEM

Todos os outros partidos que gravitavam em volta dos tucanos na época da União pelo Pará (à exceção do PPS) agora estão de mãos dadas com Ana Júlia Carepa.

É bem verdade que ainda há tempo para acertar o passo, mas convém não demorar.
A campanha está ai.

Atualizado às 19h45

Esqueci de registrar que justamente hoje o PSDB completa 22 anos

Para quem não sabe, o Inferno Astral seria- segundo os astrólogos - o período de 30 dias que antecedem o aniversário, quando se fica mais sensível e sujeito a problemas
Depois, dizem, viria o Paraíso Astral
Vamos acompanhar

DEM rejeita Álvaro Dias como vice de Serra

Do Congresso em Foco

Deputado do Democratas reage ao fato de PSDB optar por chapa pura na candidatura de Serra sem consultar seu partido previamente

A reação do DEM à possível escolha do senador Alvaro Dias (PSDB-PR) como companheiro de chapa de José Serra pode ser mais dura do que o PSDB imaginava inicialmente.

O presidente do PSDB, Sérgio Guerra, começou a consultar os partidos parceiros sobre a escolha de Dias. Deixou para falar com o DEM por último.

Mas o presidente do PTB, Roberto Jefferson, antecipou-se e comunicou a escolha em seu twitter.

Em seguida, o presidente do PPS, Roberto Freire, confirmou a consulta.

O problema para o DEM é ter sido o último a saber.

Além disso, o partido, como principal aliado do PSDB na campanha, esperava a possibilidade de indicar o vice. Assim, o deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO) criticou duramente a possibilidade de o candidato a vice na chapa de Serra ser Alvaro Dias. “Isso é uma agressão completa ao Democratas”, afirmou o deputado goiano.

“Se isso é um fato consumado, o partido tem de se reunir e repensar sua posição... É simplesmente um desastre”, explicou ao Congresso em Foco.


Ronaldo Caiado ressaltou que o próprio DEM chegou a defender uma candidatura “puro sangue” do PSDB se, e somente se, o candidato a vice fosse o ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves. “Ele tem peso e liderança.”

Contudo, para Caiado, uma eventual indicação de Alvaro Dias para compor a chapa de Serra é um rearranjo interno dos tucanos, que procuram acomodar o senador após ele não ganhar a legenda para concorrer ao governo do Paraná.

“As lideranças da educação têm horror ao Alvaro”, destaca Caiado, explicando que quando governador, o tucano chegou a lançar “a cavalaria” contra professores.

Por fim, o parlamentar do DEM frisou que não fala pelo partido e que não há até o momento nenhuma posição do PSDB sobre o assunto.

Contagem regressiva

Faltam cinco dias para que os partidos realizem suas convenções e sacramentem as candidaturas.

O prazo termina na próxima quarta-feira, 30.

Neste sábado estão previstas as convenções do PSOL, PMDB e PC do B

Confira as horas e locais:

PMDB
A partir das 9h no auditório João Batista da Assembléia Legislativa. O partido vai oficializar a candidatura de Domingos Juvenil ao governo e de Jader Barbalho ao Senado

PSOL
A partir das 9 horas no plenário da Câmara Municipal. O partido de Heloísa Helena lança a candidatura de Fernando Carneiro ao governo. Edmilson Rodrigues, José Nery e Araceli Lemos vão disputar vaga na Assembleia Legislativa

PC do B
A partir das 9 horas na sede do Payssandu. O PC do B vai referendar apoio à candidatura de Ana Júlia Carepa ao governo e de Paulo Rocha ao Senado.

DEM, PT e PSDB farão suas convenções no dia 30.

O PT deve reunir os partidos que já anunciaram apoio à reeleição de Ana Júlia durante a convenção petista que será no Hangar Centro de Convenções.

O PSDB se reúne no complexo Gabriel Hermes do Serviço Social da Indústria para referendar a candidatura de Simão Jatene ao governo.

O DEM ainda não anunciou o local.

PSL faz convenção dia 29 no Hotel Sagres e lançará Luiz Carlos Tremonte ao governo.

Perguntas ainda sem respostas:

Quem serão os vices nas chapas do PMDB e do PSDB?

Que rumo tomará o DEM?

Flagelo das drogas na pauta do Jogo Aberto deste sábado

O programa "Jogo Aberto" deste sábado promove debate sobre consumo de drogas pelos. Participam do debate a professora da Universidade Estadual do Pará (UEPA), da área de Políticas Publica da Saúde, Jane Monteiro Neves; o conselheiro tutelar de Icoaraci, Esdras Queirós Baldes; o psicólogo Océlio Dias de Souza, além do vereador de Belém, Augusto Pantoja.
Não perca também o sétimo capítulo da radionovela "A Roda do Poder" mostra o que está acontecendo em Pangará neste período pré-convenções partidárias.
O "Jogo Aberto" vai ao ar das 14 ás 16 horas. Pode ser sintonizado no celular, no rádio, pela frequência FM 106.1 ou pela Internet, no endereço eletrônico www.radiotabajara.com.br

PSOL lança Fernando Carneiro ao Governo

Da assessoria de Imprensa do PSOL

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) lança amanhã, 26, a candidatura do historiador Fernando Carneiro ao Governo do Estado do Pará.

Será durante a Convenção Eleitoral da legenda, que acontecerá a partir das 9 horas, no plenário da Câmara Municipal de Belém.

O PSOL vai homologar também as candidaturas da ex-vereadora de Belém, Marinor Brito, e do advogado João Augusto Oliveira ao Senado da República, além de aprovar a chapa própria da legenda para a Assembleia Legislativa e Câmara Federal.

A expectativa é que o candidato a vice-governador possa ser definido, também, amanhã, após serem finalizadas as conversas com o Partido Comunista Brasileiro (PCB), com o qual o PSOL pretende repetir a coligação firmada em 2006 e 2008.

O ex-prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, deverá ser confirmado como candidato à Assembleia Legislativa. Além dele, sairão candidatos a deputado estadual, o senador José Nery, a ex-deputada Araceli Lemos e o professor Márcio Pinto, terceiro colocado na eleição para prefeito de Santarém, em 2008.

O objetivo do PSOL é lançar nomes com peso eleitoral à Assembleia Legislativa e eleger a primeira bancada de deputados estaduais paraenses do partido.

Solidão Democrata

Tudo indica que o DEM do Pará ficará sozinho na campanha deste ano.

Nacionalmente, o partido enfrenta uma crise com o tradicional aliado, o PSDB.

A indicação do senador tucano Álvaro Dias para ocupar a vaga de vice na chapa de José Serra aumentou a insatisfação de várias lideranças do DEM com os tucanos.

No Pará, o pote de mágoas está transbordando. O PSDB aceita Valéria Pires Franco apenas se esta aceitar ser vice na chapa de Simão Jatene.

O PMDB também ofereceu a vice para o DEM.

Valéria, contudo, tem fincando pé numa candidatura ao Senado e já não descarta sair sozinha.

Para essas situações já tem discurso pronto. Vai alegar que todos os outros partidos tentaram boicotar a candidatura dela com medo da concorrência e aposta que poderá ser a grande zebra da eleição.

Presidente do PSDB e candidato à reeleição, o senador Flexa Ribeiro confirmou que a intenção dos tucanos é ter candidato único ao Senado.

“Esse tem sido o comportamento de todas a coligações. O PT com Paulo Rocha; o PMDB com Jader Barbalho”, argumenta.

Todos os partidos garantem ao blog que ainda estão conversando com o DEM e que acreditam numa coligação.

Os fatos têm desmentido essa versão.

Flexa admite licenciar-se da presidência do PSDB para campanha

O senador tucano Fernando Flexa Ribeiro, presidente do PSDB do Pará, admite que poderá licenciar-se do cargo para se dedicar à campanha ao Senado.

Nega, contudo que uma junta provisória vá assumir o comando do partido. “As chances de eu deixar a presidência em definitivo são zero e as chances de uma provisória assumir também são zero”, disse ao blog.

Flexa explica que a idéia é buscar como substituto um nome que não esteja na disputa eleitoral de outubro.

Um dos cotados seria o senador Mário Couto.

O substituto deve montar QG em Belém e ficar a postos para questões burocráticas como pedidos de impugnação de candidaturas adversárias, entre outros.

Há cerca de um ano, Flexa trava uma disputa intestina com o deputado Zenaldo Coutinho pela presidência do PSDB.

Vejas as últimas falas deles sobre o assunto no blog Espaço Aberto, clicando aqui e aqui

Prestes a ser vice, Alvaro Dias já foi expulso do PSDB e apoiou Lula

Do portal Último Segundo

Nome a ser anunciado como vice de José Serra (PSDB) na disputa pela Palácio do Planalto, o senador paranaense Alvaro Fernandes Dias, 66 anos, já foi expulso do PSDB e fez campanha para Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na eleição de 2002.

Recentemente, ele também bateu de frente com o ex-prefeito de Curitiba Beto Richa para tentar disputar o governo do Paraná.

Apesar de tucanos já terem confirmado o nome de Dias como vice de Serra, o DEM ainda tenta reverter a decisão. O presidente do partido, Rodrigo Maia (RJ), ainda não havia sido comunicado oficialmente. O líder do DEM no Senado, José Agripino, disse "não tem nada disso". Dias tem uma briga com DEM (o ex-PFL). Nos anos 1990, o senador fez oposição ao então governador Jaime Lerner (então no PFL).

A expulsão de Alvaro Dias do PSDB ocorreu metade do governo do presidente Fernando Henrique Cardoso (1995-2002), quando o senador chegou a assinar uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar escândalos de corrupção. Ele e o irmão, o também senador Osmar, acabaram se filiando ao PDT _partido que fazia oposição a FHC.

Em 2002, Alvaro Dias disputou o governo e apoiou Lula no segundo turno contra José Serra. Favorito, ele, porém, acabou derrotado por Roberto Requião (PMDB). No inicio do governo petista chegou a ser cotado como ministro. No entanto, Requião aproximou-se do governo e ele acabou voltando para o PSDB.

Leia mais aqui

Senador tucano é apresentado como vice de Serra

No portal Terra, mais um capítulo da novela "Quem será o Vice de Serra".
Parace que agora é um dos cápítulos finais

O PSDB apresentou a todos os partidos aliados o nome do senador Alvaro Dias (PR) para a vice-presidência à República na chapa do candidato José. A cúpula tucana se reuniu na noite desta quinta-feira (25) e Sérgio Guerra, presidente da legenda, apresentou formalmente o nome do parlamentar como opção.

O presidente do PPS Roberto Freire confirmou a decisão à reportagem do Terra. Segundo ele, os tucanos fecharam o nome na noite anterior. Freire avalia que "é uma boa escolha". A decisão desagrada o DEM, já que o partido também brigava por uma vaga na vice presidência. José Serra deve ir ao Rio de Janeiro para conversar com Rodrigo Maia, presidente nacional do DEM.

Voa canarinho

Porque recordar é viver



Atualizado às 12h06
Alguém, por favor, avisa ao blog que horas a seleção do Dunga vai começar a jogar?

TRE terá que julgar mérito do processo de cassação da diplomação de Duciomar e Anivaldo

O Tribunal Superior Eleitoral decidiu, em sessão realizada na noite de ontem, por unanimidade, que o Tribunal Regional Eleitoral (TER) do Pará terá julgar o mérito do processo de cassação da diplomação do prefeito de Belém Duciomar Costa e de seu vice, Anivaldo Vale.

A ação com pedido de cassação foi impetrada em janeiro de 2009. O TRE julgou que o caso deveria ser arquivado, uma vez que o prazo vencia na véspera de Natal.

O autor da ação é o ex-deputado, José Priante, segundo colada nas eleições e que poderá assumir o cargo em caso de cassação de Duciomar.

Advogado de Priante, Inocêncio Mártires argumentou que quando um prazo vence em período em que o Tribunal não está funcionado em tempo integral, o mesmo passa a valer para o primeiro horário de funcionamento subseqüente.

O TSE já havia decidido favorável ao julgamento do mérito, mas Duciomar Costa embargou a decisão. O embargo foi julgado ontem e a decisão anterior, mantida.

O processo voltará ao TRE e os juízes daqui terão que julgar o mérito.

Duciomar é acusado de ter usado a máquina para a campanha à reeleição.

Além da cassação de diploma, o advogado de Priante impetrou ação de cassação do mandato. Essa foi a ação julgada pelo TRE no último dia 15. Nessa segunda ação o TRE também decidiu pelo arquivamento alegando perda de prazo.

Mártires vai recorrer com o mesmo argumento da anterior.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Liminar judicial determina redução da passagem de ônibus para 1,70

Do site do Tribunal de Justiça do Estado

O juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública da Capital, Elder Lisboa Ferreira da Costa, concedeu, no início da tarde desta quinta-feira, 24, tutela antecipada ao Ministério Público Estadual, determinado a redução dos preços das passagens de ônibus de R$ 1,85 para R$ 1,70 em Belém. A decisão também vale para os transportes coletivos que fazem os trajetos de ida e volta de Belém para Mosqueiro e Belém para Cotijuba. O descumprimento da decisão implicará na multa diária de R$ 10 mil a ser paga pelo prefeito da capital, Duciomar Costa

A Prefeitura de Belém divulgou nota informando que as passagens ficarão em R$ 1,85 até ser citada

Veja aíntegra da nota:

"Sobre a liminar que determina a redução das tarifas de ônibus, a Prefeitura Municipal de Belém (PMB), por meio da CTBel, só vai se pronunciar quando for notificada oficialmente pela Justiça. A PMB ressalta ainda que o valor atual da tarifa, de R$ 1,85 (um real e oitenta e cinco centavos), continua valendo até que haja a notificação oficial da Justiça".

PP vai dar 'apoio político informal' a Dilma, diz presidente do partido

Do portal G1

Diretórios de 20 estados fecharam com a candidatura Dilma

O PP vai declarar "apoio político informal" à candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, informou o presidente nacional do partido, senador Francisco Dornelles (RJ).

A medida, de acordo com Dornelles, é motivada pela preocupação de manter a unidade do partido nas eleições de outubro. Segundo ele, o projeto do PT tem o apoio de 20 diretórios estaduais, mas há pelo menos cinco que rejeitam a composição com os petistas. Assim, a decisão de permanecer oficialmente “neutro”, mesmo com maioria favorável a Dilma, evitaria um conflito interno no partido.

Apesar de tornar pública a opção por Dilma, Dornelles disse que ainda não conversou com a candidata do PT. Ele pretende convocar a Executiva Nacional do PP para uma reunião no primeiro fim de semana de julho, quando a decisão de apoiar informalmente a petista será sacramentada.


Comentário
Dornelles chegou a ser cotado para ser o vice na chapa do tucano José Serra à presidência. Desistiu.

No Pará, a maior liderança do PP é o deputado federal Gerson Peres que disse a este blog estar fechado com Ana Júlia há pelo menos cinco meses.

Candidato tucano nega ser empregado da Vale

“Nunca trabalhei, não trabalho e não pretendo trabalhar para a Vale. Desafio que qualquer um (governador do Pará) tenha tido uma postura mais rígida com a Vale”. A frase é do ex-governado e candidato tucano ao governo, Simão Jatene.

Em entrevista ao Diário do Pará, publicada no último domingo, o também ex-governador tucano Almir Gabriel defendeu uma postura mais crítica do Estado em relação à maior empresa em solo paraense. Disse que nem Jatene, tampouco Ana Júlia Carepa teriam condições para tal.

"Eles já deram provas. Ana Júlia está acabando um mandato e não deu nenhuma indicação a favor disso. Pelo contrário. Ela é submissa à Vale e mais do que submisso, Jatene é empregado da Vale”, afirmou Almir.


Simão Jatene afirma que o único emprego que tem hoje é na Universidade Federal do Pará. Diz que como servidor público está colocando a candidatura dele “a serviço do público” e que não “se amesquinhará”. “O resto é futrica, fofoca e não vou me prestar a isso”.

Para o ex-governador ao reduzir a campanha “a futricas entre Almir e Jatene” presta-se um desserviço ao Estado.

O ódio não faz bem, diz Jatene

Indagado sobre a aproximação do ex-governador tucano Almir Gabriel com o PMDB de Jader Barbalho, o ex-governador e candidato tucano ao governo, Simão Jatene, diz que continua achando que Almir Gabriel foi um grande governador do Estado, mas que “se mover pelo ódio não faz bem às pessoas”.

"A opinião do Gabriel a meu respeito é equivocada e injusta, mas não muda os conceitos que tenho sobre ele".

Viva São João

Fantasmas podem ter tirado Guerra do páreo

Uma bem situada fonte no PSDB nacional me garantiu que o tucano José Serra havia batido o martelo e o candidato a vice seria o senador Sérgio Guerra (PE), presidente do PSDB nacional.

Nos últimos dias Guerra tem sido alvo de uma série de denúncias de contração de funcionários fantasmas para seu gabinete, o que, segundo reportagem da Folha de São Paulo de hoje, praticamente o descarta.

A Folha diz também que voltaram a crescer as chances da paraense Valéria Pires Franco (DEM) ser a escolhida.

Veja trecho de matéria publicada hoje (assinantes UOL podem ler a íntegra aqui ):

Cresce também a possibilidade de uma mulher ser escolhida como vice. Além de Amorim, são analisados os nomes da ex-vice-governadora do PA Valéria Pires Franco (DEM) e da senadora Marisa Serrano (PSDB-MS). Tucanos afirmam que haverá uma reunião na quarta-feira para decidir o impasse.

Agora é o DEM que faz intervenção no diretório estadual do MA

Da Folha On Line só para assinantes

O DEM decidiu intervir no diretório local do Maranhão e retirou o apoio à reeleição da governadora Roseana Sarney (PMDB).

A decisão foi tomada ontem, após a cúpula do PMDB ter imposto aos dirigentes peemedebistas em Santa Catarina que abandonassem a candidatura de Raimundo Colombo (DEM) ao governo.

Um grupo de intervenção será instalado hoje para definir o futuro do partido no MA.

Segundo o líder da legenda na Câmara, Paulo Bornhausen (SC), as opções do DEM são manter a neutralidade, lançar candidato próprio ou apoiar o deputado federal Flávio Dino (PC do B-MA), principal adversário da família Sarney

Comentário
O Maranhão se tornou o retrato das contradições entre os diretórios estaduais e nacionais dos grandes partidos. Lembre-se que o PT também já fez uma intervenção no diretório estadual e agora é a vez do DEM.
A política maranhense é hoje a mais animada do País.

Avatar de Belo Monte

Vale a pena ler o artigo de Miriam Leitão publicado hoje em O Globo sobre Lula e Belo Monte.

Do jornal O Globo, via Blog do Noblat

Miriam Leitão

O presidente Lula simplifica propositadamente a questão de Belo Monte. Homem inteligente que é, sabe que o que sustenta a barragem de dúvidas sobre a usina não tem a ver com a vinda de um "cineasta gringo".

Simplificações são ótimas em épocas eleitorais, mas a verdade é que a usina está sendo tocada sem quaisquer dos cuidados ambientais, fiscais, econômicos necessários.

Na democracia, é preciso convencer a opinião pública. Belo Monte está sendo empurrada de forma autoritária ao país, numa pressa desprovida de sentido, exceto o agrado às empreiteiras que vivem de fazer barragens.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Sérgio Guerra é o mais cotado para ser o vice de Serra

Caíram as chances de Valéria Pires Franco (DEM/PA) ser a vice na chapa de José Serra à presidência da República.

O mais cotado neste momento é o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE). No final, parece que os tucanos vão optar por uma chapa puro-sangue. A conferir.

PTB de Duciomar Costa vai apoiar Ana Júlia Carepa

O PT do prefeito de Belém, Duciomar Costa, anuncia nos próximos dias a aliança com o PT de Ana Júlia Carepa para as eleições deste ano.

O acordo foi fechado hoje.

O PTB poderá indicar o suplente na chapa ao Senado, encabeçada por Paulo Rocha, mas o principal ponto da negociação é o repasse, pelo Estado, para a prefeitura de Belém, de cerca de R$ 185 milhões referentes à quota parte do ICMS a menor que vinha sendo repassada para o município.

O erro nos percentuais foi identificado ainda durante a gestão de Edmilson Rodrigues que entrou na Justiça contra o Estado.

A Justiça deu ganho de causa para o município, mas o dinheiro não foi repassado e acabou entrando nas negociações entre governo e PTB.

Técnicos da prefeitura e do governo trabalham na minuta do acordo entre Estado e Prefeitura de Belém. O documento trará detalhes como o prazo para o pagamento. Após a assinatura, Duciomar Costa deve anunciar o apoio à reeleição e Ana Júlia.

Nacionalmente, o PTB é presidido pelo ex-deputado federal Roberto Jefferson, responsável pelas denúncias do mensalão. Jefferson é hoje um dos mais ferozes críticos do governo de Luiz Inácio Lula da Silva e da candidata petista Dilma Rouseff.

O PTB nacional apoia a candidatura do tucano José Serra à presidência da República.

Uma nova onda vermelha?

Do portal UOL

Pesquisa CNI/Ibope: Dilma tem 40%, contra 35% de Serra

Pesquisa Ibope encomendada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) para a eleição presidencial, divulgada nesta quarta-feira (23) em Brasília, mostra a candidata Dilma Rousseff (PT) com 40% das intenções de voto, contra 35% do candidato José Serra (PSDB) e 9% da candidata Marina Silva (PV).

Votos brancos e nulos somam 6%. Não responderam 10% dos entrevistados. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.
Esta é a primeira vez em que a candidata petista aparece à frente do tucano em uma pesquisa com uma diferença que ultrapassa a margem de erro.

Na última pesquisa CNI/Ibope, divulgada em 17 de março, Serra aparecia com 38%, contra 33% de Dilma e 8% de Marina. Brancos e nulos somavam

Dilma aparece na frente também na simulação de 2º turno. A petista tem 45%, contra 38% de Serra. Brancos e nulos somam 8%, enquanto 9% não sabem ou não responderam.
Na simulação de 2º turno da pesquisa anterior, o tucano aparecia com 44%, contra 39% da petista. Brancos e nulos somavam 10%, e 7% não responderam

As implicações do encontro de Jader Barbalho com Almir Gabriel

Ainda é cedo para uma análise mais consistente dos resultados do encontro desta quarta-feira entre o ex-governador tucano Almir Gabriel e o deputado federal Jader Barbalho, presidente do PMDB.

Para quem acompanha e gosta de política, o evento tem o apelo do inusitado. Embora seja comum aliados romperem e adversários se aliarem, é sempre interessante assistir a essa movimentação assim tão de perto.

Fora o aspecto da curiosidade, o que todos se perguntam é quem ganha e quem perde com essa aproximação.

A partir da análise do que dizem políticos experientes, pode-se afirmar que:

O maior vencedor do episódio é o deputado federal Jader Barbalho que hoje praticamente não tem mais adversários na política do Pará. Poderá compor com o PT de Ana Júlia Carepa, mas é cortejado pelo PSDB de Simão Jatene. Tem apoio de Almir Gabriel e não há nada que impeça uma aliança com o DEM de Valéria Pires Franco ou com o PTB de Duciomar Costa.

Domingos Juvenil poderá vender- depois do episódio - a marca de bom articulador, capaz de por à mesma mesa adversários históricos.

Almir Gabriel conseguiu emplacar a tão falada terceira via e poderá atrapalhar os planos de seu novo inimigo Simão Jatene. Está feliz, portanto.

O PT comemora porque imagina que a aproximação pode atingir a candidatura do tucano

Simão Jatene tem evitado polemizar com Almir Gabriel, mas deve acusar o golpe quando as inserções do ex-governador forem ao ar no programa do PMDB. O que será que o guarda?

Almir estará no palanque do PMDB

Resultado prático do encontro de Jader e Almir hoje cedo: o ex-governador vai participar da campanha do peemedebista deputado Domingos Juvenil ao governo.

Almir ajudará na elaboração do programa de governo e participará do programa eleitoral no rádio e TV.

Poderá também estar nos palanques do PMDB. Hoje, a principal missão de Almir é atrair lideranças do interior que ainda seguem o ex-governador para a campanha de Juvenil.

Mais um dedinho de prosa

Enquanto ligo desesperadamente para pessoas que não me atendem, aproveito para, com a ajuda do amigo Tiago, fazer umas mudancinhas no blog.

Os comentários passaram para baixo das postagens, o que é mais lógico.

O relógio foi arrumado para o horário de Brasília. E agora, a hora da postagem é automática, o que dará mais credibilidade.

Por coincidência, hoje faz dez dias que coloquei o contador de acessos. A nossa média é de 500 visitas por dia.

Sei que é um número bem modesto, comparando com os blogs mais freqüentados do Estado, mas estou feliz com as ilustres presenças de todos vocês.

Comecei este espaço meio por diletantismo, sem grandes pretensões, mas ando cada vez mais animada com a blogsfera.

Vamos que vamos.

Convenção do PSDB será no dia 30

Da Assessoria de Imprensa do candidato

O PSDB do Pará vai formalizar a candidatura de Simão Jatene ao governo do Estado em convenção marcada para quarta-feira, 30 de junho, a partir das 14 horas, no ginásio do Sesi, na avenida Almirante Barroso.


Vão estar presentes líderes de partidos aliados. Além do PPS, o primeiro partido a formalizar aliança com os tucanos no Pará, outras siglas partidárias também devem participar da convenção. Discussões nesse sentido estão sendo encaminhadas pelos tucanos.

A convenção será transmitida ao vivo pela internet pela rede Mobiliza PSDB e poderá ser assistida no www.simãojatene.com.br


Postado às 17h33

Utilidade Pública

Perdi meu celular.
Sei que algumas fontes com quem preciso falar agora à tarde, visitam este blog. Como alguns têm habito de não antender números desconhecidos, peço por favor, que me atendam de um número com prefixo 3276 e final 82

Postado às 17h10

Atualizado às 22h15
Tenho novo celular. O número é quase o mesmo. Troque aquele final 06 por 07

Almir fará palestra para petistas no governo

Entre as visitas feitas a Almir Gabriel no sítio Ipitu na Região Metropolitana, uma surpreende. O chefe da Casa Civil de Ana Júlia Carepa, Everaldo Martins, esteve lá por mais de duas horas.

Conversaram sobre as relações de Gabriel com os Martins de Santarém e, ao final, o ex-governador foi convidado a dar uma palestra aos secretários e técnicos do governo. A idéia é que ele fale da experiência à frente do Estado.

O convite para a palestra foi confirmado hoje pelo deputado petista Carlos Bordalo. “Nós queremos ouvir a todos que possam compartilhar conosco os seus acertos e erros. Quanto mais bebermos na fonte da experiência, melhor vamos traçar os caminhos para o futuro”, disse o deputado.

Postado às 16h38

As fotos do café de Jader e Almir


Só agora consegui postar o registro do café da manhã que reuniu hoje cedo Almir Gabriel e Jader Barbalho, após quase 15 anos em que foram adversários ferrenhos.
A aproximação foi costurada pelo presidente da Assembleia Legislativa do Pará e candidato peemdebista ao governo, deputado Domingos Juvenil.
As fotos foram gentilmente cedidas ao blog pela assessoria do pré-candidato Domingos Juvenil
Clique nas imagens se desejar ampliá-las.
Postado às 15h51

Jader e Almir tomam café, juntos, neste momento

O deputado federal, Jader Barbalho, e o presidente da Assembleia Legislativa, Domingos Juvenil chegaram pouco depois das 8h30 ao prédio onde mora o ex-governador tucano Almir Gabriel, na rua dos Mundurucus, centro de Belém.

Foram recebidos por este na portaria. Os cumprimentos foram efusivos.

Subiram até o oitavo andar, onde uma mesa com pães, frutas e tapioquinhas esperava os convidados. Almir perguntou sobre os "meninos" de Jader. O deputado falou um pouco da família. Sentaram-se e pediram às testemunhas que se retirassem.

Postado às 10h09
Escrevendo de um netbook com teclado meio maluco. Vocês encontrarão mais erros de digitação aqui hoje que o normal.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Revezamento de prefeito?

Da Agência Senado

O senador Mário Couto (PSDB-PA) disse da tribuna nesta terça-feira (22) que o prefeito de Jacundá, no sul do Pará, estaria dividindo seu mandato com três outras pessoas. De acordo com o senador, Izaldino Altoé (PT) tem-se revezado na prefeitura com seus três auxiliares em "plantões de 24 horas".

O parlamentar disse que nunca teve conhecimento de situação parecida em seus mais de 20 anos de vida pública. Em sua avaliação, o revezamento é uma estratégia para facilitar a mentira e a corrupção.

- Prefeito, o povo o designou para ser o seu representante legítimo. Vossa Excelência não pode passar para ninguém o direito que o povo lhe deu. Se não tem capacidade, renuncie ao seu mandato - disse o senador.

Postado às 21h56

A primeira coligação proporcional para as eleições deste ano

Do blog do deputado Parsifal Pontes

Está fechada a coligação do PDT, PSB, PCdoB, PRB e PV, para deputado federal.

Os candidatos mais fortes de cada um dos partidos que compõem a coligação são Giovanni Queiroz, Ademir Andrade, Jorge Panzera, Pastor Raul e Zé Carlos, respectivamente.

para ler mais, clique aqui

Postado às 21h18

Investigação na blogsfera

O presidente do DEM no Pará, deputado federal Vic Pires Franco anuncia no twitter que a blogosfera vai ganhar um blog só com matérias investigativas. Entrará no ar em agosto e, segundo Vic, as três primeiras matérias já estão sendo produzidas.

Quem serão os alvos?

Postado às 20h49

O tempo urge

O chefe da Casa Civil de Ana Júlia Carepa, Everaldo Martins, continua ligando com frequência para intermediários no PMDB. Diz que ainda tem esperanças de fecharem uma aliança no primeiro turno.

No início desta semana, Martins ofereceu ao candidato peemedebista ao governo, deputado Domingos Juvenil, carona para ir a Altamira e Marabá acompanhar a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Deu a alternativa de ir no avião com a governadora ou em outra viagem.

Juvenil achou melhor recusar a oferta.

Martins tem conversado também com o presidente do DEM, Vic Pires Franco. Ontem, em rápida entrevista para uma matéria que será publicada hoje no Diário do Pará, confirmou que pode sim haver aliança com os democratas. Um encontro entre Ana Júlia e Valéria ainda nesta semana não está descartado.

Duciomar Costa também tem sido cortejado. Nesta semana já teve encontros com a governadora e com o candidato tucano ao governo, Simão Jatene. Não dá, contudo, sinais sobre que rumo vai tomar.

E o tempo urge. Faltam apenas oito dias para o fim do prazo das convenções.

Até o próximo dia 30, todas as fichas precisam estar na mesa.

Postado às 20h46

Agências na campanha

Começam a ser fechadas as agências que vão trabalhar nas campanhas eleitorais deste ano. Luiz Carlos Tremonte (PSL) informa que contratou a OMG de Oswaldo Freitas, o Vadinho.

Ana Júlia Carepa (PT) deve ter a ajuda da DC3, que já trabalha para o governo; da tradicional Vanguarda e estratégia da baiana Link.

A campanha de Domingos Juvenil (PMDB) deve ser feita pela Fax Comunicação de Anselmo Gama .

A Grifo de Orly Bezerra trabalhará o marketing de Simão Jatene.

Postado às 18h20

Atualizado às 21h08

A Fax não fará a campanha de Domingos Juvenil. Esta deve ser comandada pelos profissionais Alexandre Marins e Marcos Daibes.
Anselmo Gama da Fax diz que a agência continuará atendendo a Assembleia e por isso, achou por bem, ficar fora da campanha.
Nesta eleição, a Fax que tem grande experiência em marketing eleitoral, não deve comandar programas televisivos. Ficará apenas com a parte gráfica de alguns candidatos às eleições proporcionais

Por que os médicos parecem odiar os pacientes?

Nos últimos dez dias, João Victor, cinco meses, prematuro, esteve em cinco médicos diferentes. A pediatra dele que o atendeu, antes de sair de férias, diagnosticou uma gripe e passou remédios para tal.
Sem que ele melhorasse, voltamos domingo à emergência da Unimed. O pediatra de plantão mandou fazer um aerossol no hospital mesmo e disse que continuássemos os remédios passados pela pediatra.

Ontem, João acordou ainda pior. Voltamos à Unimed. Outro pediatra de plantão. Olhou com cara de nojo para a receita que tínhamos em mãos e disse que ali, daquela imensa lista, apenas um remédio prestava (palavra dele).

Nos tratando às patadas, como se tivéssemos culpa pelo que considerava um erro do colega que nos atendera antes e como se estivéssemos a pedir um favor absurdo, o médico explicou que se tratava de uma bronquiolite. João passou o dia fazendo aerossol de hora em hora e tomando soro.

O momento mais tenso da consulta foi quando perguntei ao médico se deveríamos ter um equipamento de aerossol em casa, já que o João estava indo frequentemente à emergência fazer esse procedimento.

Quase aos berros, o pediatra disse que médico não indica esses equipamentos, que ele nem sabia quais as marcas existiam.

Expliquei que queria apenas saber se era necessário a aplicação e como deveríamos agir. Com toda a calma do mundo, disse que não era médica e que por isso o tinha procurado. Queria que ele me explicasse tudo com muita paciência.

Mais calmo, o médico falou que, no final do dia, quando João deixasse o hospital, me indicaria os remédios a serem usados no tal aerossol e outros para tratar a bronquiolite.

Na hora de sairmos, contudo, já estava de plantão uma outra médica. Mandou-nos manter parte da medicação anterior e acrescentou um novo remédio.

João pareceria melhor, mas hoje piorou. Voltamos ao quinto pediatra (já que a médica dele está de férias e não confiamos mais nos profissionais que nos atenderam nos plantões da Unimed).

A nova pediatra mandou suspender tudo que fora recomendando antes pelos colegas. Disse que o remédio passado ontem na Unimed tinha provocado a piora do João porque era um vasoconstritor (não sei quais as implicações disso).

João agora mal consegue respirar, não come e chora o tempo todo. A temperatura dele caiu. A médica quis saber se estávamos fazendo o aerossol em casa e enfim explicou como usar o aparelho. Disse que ele é essencial para melhorar o estado geral da criança, ajuda-lo a respirar.

Se é assim, por que o médico de ontem não nos receitou esse procedimento e ainda me tratou tão mal quando toquei no assunto?

A médica de hoje disse que, até segunda, o João estará melhor

O que me impressiona é que os médicos consultados não nos ouviram, não responderam às nossas dúvidas. Nos trataram como idiotas. O João tem pequenas melhoras para em seguida piorar. Cada um contesta o remédio passado pelo outro e nos olha como quem diz “essas idiotas seguindo a orientação de um otário”.

Vamos tentar o que esta última pediatra passou. Pelo menos estamos fazendo algo novo, cheios de esperanças e tentando confiar que os remédios passados hoje não estejam errados e possam resolver.

Postado às 17h44

Deputados do PSDB não pedirão punição de Almir

O blog conversou com os deputados do PSDB sobre uma possível punição a Almir Gabriel que declarou trabalhar em favor da candidatura do peemedebista Domingos Juvenil contra o tucano Simão Jatene

Todos fizeram o mesmo discurso. Não pedirão, nem incentivarão que peçam punição a Almir. Respeitam as opiniões dele, mas acham que elas são fruto de um engano.

“Temos esperança de que, no decorrer do processo, ele (Almir) reveja a posição que deve ser resultado de alguma informação equivocada. Ainda há tempo para repensar”, disse o líder do PSDB na AL, deputado José Megale

Postado às 15h10

Jader confirma encontro com Almir nesta quarta

O deputado federal Jader Barbalho (PMDB) confirmou há pouco ao blog que se encontrará amanhã com Almir Gabriel para um café da manhã temperado com política.

“Não poderia me recusar a acompanhar o candidato do PMDB (deputado Domingos Juvenil) num encontro com uma liderança importante que o está apoiando”, disse Jader afirmando que vai em missão partidária.

Postado às 15h08

Cadê os índios?

Mais uma colaboração de luxo da Aline Brelaz para o "Blog da Repórter". Aline está em Altamira e de lá, manda notícias da visita de Lula ao Pará .

Os índios não foram convidados para participar da festa pró-Belo Monte, promovida pela Presidência da República, governo do Pará e as 11 prefeituras da região, que compõem o consórcio Belo Monte.

Os tradicionais caciques do Xingu, como Raoni, por exemplo, não compareceram nem na manifestação contra a hidrelétrica, realizada pelos movimentos sociais locais. Apenas um cacique do povo Xikrin, Tedjore, subiu ao palanque oficial da festa.

Mesmo assim, ele e outros cerca de 20 índios que estavam em Altamira, asseguram que não foram avisados com antecedência do evento para arrebanhar o povo indígena para a sede da cidade.

"Só soubemos da visita do presidente anteontem, pela Funai, por isso, vamos elaborar um documento para entregar a ele", contou o Ireprin Kayapó, que acompanhou o cacique Xikrin na festa.


Medo de quê?

Apesar de o presidente Lula afirmar que a festa era democrática, os manifestantes contra Belo Monte foram barrados pela segurança e praticamente empurrados para bem longe do local.

Eles começaram a manifestação na porta da Catedral, no centro da cidade, por volta das 8h, se dirigiram para o estádio, mas tiveram que se contentar em ficar três ruas atrás do local do evento.

Será que o Lula passou a ter medo de manifestação? Logo ele, que ficou conhecido pelas lutas sociais.


Cerco

Mesmo com toda segurança para que os protestos pudessem ficar bem longe do presidente, um grupo de estudantes universitários conseguiu furar o cerco e chamar a atenção de Lula aos gritos de fora Belo Monte.

Contrariado, Lula, os chamou de desinformados e comparou ao tempo em que fazia manifestação contra a construção de Itaipu, porque, segundo o presidente, diziam à época que a hidrelétrica no sul do País iria alagar a Argentina.

Na saída do estádio do helicóptero da presidência, rumo a Marabá, Lula foi muito aplaudido pela multidão que o recebeu na cidade de Altamira. Mas, do lado de fora, os manifestantes contra Belo Monte chamaram Lula e a governadora Ana Júlia de traidores, inimigos do Xingu e outras expressões impublicáveis.

Postado às 14h51

Jordy pede ao TRE informações sobre “Ficha Suja” no Pará

Da Assessoria de Imprensa do deputado

O deputado estadual, Arnaldo Jordy (PPS) apresentou nesta terça-feira, 22, requerimento à Assembléia Legislativa pedindo que a mesa diretora da Casa solicite informações ao Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE) sobre os potenciais candidatos às eleições 2010 que estariam incluídos na chamada “Ficha Suja”e que, com isso, estariam inelegíveis para o próximo pleito. O mesmo pedido será feito ao órgão pelo parlamentar, mas na condição de presidente estadual do Partido Popular Socialista.

Postado às 14h30

Projeto de LDO aumenta repasses para TJE e Minitério Público

LDO: relatório prioriza assistência jurídica em todo o Pará
Por falta de quorum a reunião extraordinária da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO) para apreciação e votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2011 ficou para esta terça-feira (22), logo após a sessão. Somente a presidente da CFFO, deputada Simone Morgado (PMDB), e o líder do governo, deputado Gabriel Guerreiro (PV) compareceram à reunião.
A LDO recebeu 125 emendas, das quais 64 foram aprovadas. A Comissão de Finanças sugeriu 48 emendas, dentre as quais as que alteram as quotas orçamentárias destinadas ao Tribunal de Justiça do Estado (TJE), Ministério Público e Defensoria Pública.

De acordo com o relatório assinado pela deputada Simone Morgado, o TJE passa de 5,95% para 6,4417% da Receita Líquida de Impostos, e com isso garantindo a contratação de 25 magistrados e 478 servidores. O
Ministério Público, de 3,02523% passa para 3,4538%, permitindo folga financeira para a contratação de 30 promotores de justiça e 49 servidores. E a Defensoria Pública, também beneficiada pela emenda da CFFO, aumenta sua quota orçamentária de 1,0602% para 1,1602%, possibilitando a contratação de 30 novos defensores públicos.


Com informações da Assessoria de imprensa

Postado às 09h24

Santarém ganha livro de memórias

Do Blog do Estado de Miguel Oliveira


Será hoje, as 20 horas, no Museu João Fonna, o lançamento do livro Memória de Santarém editado pelo jornal O Estado do Tapajós.

A obra é um trabalho coletivo que reuniu cerca de uma dezena de profissionais. Pra que a Memória de Santarém se tornasse um suplemento encartado quinzenalmente, há 5 anos, no jornal O Estado do Tapajós, foi decisivo o apoio e o entusiasmo do seu editor-chefe, Miguel Nogueira de Oliveira.

Para que o suplemento jornalístico passasse às páginas de livro, a esse empreendimento se juntaram Lúcio Flávio Pinto, Cristovam Sena, Rute Sena, Paulo Sérgio Bastos e Rejane Jimenez, diretora de O Estado do Tapajós e gráficos liderados por Elivaldo Feitosa, da Gráfica Tiagão.

O Memória de Santarém [Editora O Estado do Tapajós, 420 páginas] representa para o seu redator e pesquisador, o jornalista Lúcio Flávio Pinto, “o esforço de salvar a história recente de Santarém da dilapidação, da diluição e do esquecimento.

À falta de iniciativas sistemáticas e aglutinadoras, aqui há um conjunto de dados e análises que servem de trilhas para que o leitor se identifique e se situe no passado e o utilize como ferramenta para se posicionar hoje e amanhã”, escreveu Lúcio na apresentação do livro.

Postado às 09h13

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Cinco na disputa ao governo

O PSL sacramenta no próximo dia 29 a candidatura do empresário Carlos Tremonte ao governo do Estado. A convenção do partido será às 14 no hotel Sagres em Belém.
O PSL ainda negocia alianças para as vagas de vice e ao Senado.
Com Tremonte, são cinco os candidatos ao governo até agora:
Ana Júlia Carepa (PT)
Domingos Juvenil (PMDB)
Fernando Carneiro (PSOL)
Simão Jatene (PSDB)

Postado às 20h51

Crescem as chances de Valéria Pires Franco ser vice na chapa de Serra

Do blog do Noblat

O nome do vice que vai compor a chapa do candidato José Serra (PSDB) à presidência da República, apesar de publicamente ser um segredo guardado a sete chaves, nos bastidores da campanha se afunila em dois indicados.

Após conversas realizadas nesse último final de semana entre os integrantes da coordenação de campanha de Serra, os nomes mais cotados são: o do senador Álvaro Dias (PSDB-PR) e o da ex-vice-governadora do Pará Valéria Pires (DEM).

A definição do nome deve ficar a cargo do próprio Serra que tem até o dia 30 deste mês para dar a palavra final.

Álvaro Dias é cogitado como uma forma de tentar assegurar uma vitória na Região Sul, onde Serra, segundo as últimas pesquisas, lidera as intenções de votos.

Em contrapartida, Valéria Pires agrega votos em uma região onde Serra, segundo o último levantamento do Ibope, está 10% atrás das intenções de votos de Dilma.

Além disso, os caciques do PSDB também avaliam o nome dela como um “elemento surpresa” na disputa eleitoral, além de representar as mulheres.


Comentário
Antes de ler o blog do Noblat, estava fazendo um post contando que durante a tarde recebi ligações de coleguinhas jornalistas que cobrem política para grandes jornais de São Paulo e Brasília.

Fizeram perguntas sobre Valéria Pires Franco e contaram que ela está mesmo bem cotada para ser vice na chapa do tucano José Serra.

O cacife de Valéria cresceu porque, dentro da campanha serrista, há quem defenda que seria bom ter uma mulher como vice para concorrer com Dilma Rousseff e Marina Silva. Pesa a favor de Valéria também o fato de ser do Norte.

Postado às 20h37

Atualizações só à tarde



O bebê mais fofo do mundo está gripado e precisa ficar no hospital o dia inteiro. A tia mais coruja da terra vai ter que cuidar dele. Se ainda dé, volto no final do dia .
Torçam pelo João. Ele precisa

Postado às 10h59

Atualizado às 20h39

Obrigada a todas as pessoas que ligaram pedindo notícias e aos queridos amigos que deixaram comentários aqui (Bia, Dulcivânia, Osório).
O bebê mais fofo do mundo está como uma bronquiolite. Passou o dia no hospital, tomou soro, recebeu medicação e agora já está em casa, todo sorridente. Mas ainda exige cuidados. Oremos

domingo, 20 de junho de 2010

Jader e Almir tomam café na próxima quarta-feira

Do blog do deputado Parsifal Pontes

Nesta quarta-feira, 23, Domingos Juvenil e Jader Barbalho tomarão café com Almir Gabriel na residência deste, selando o acordo de apoio e fornecendo à imprensa paraense uma cena que até um mês atrás alguns julgavam impraticável.

A democracia forniu estas carenagens, e o seu exercício pleno é somente para aqueles que entendem que a política de alianças, único meio de chegar ao poder no pluripartidarismo, não é uma função hepática: não é feita pelo fígado.

Alexis de Tocqueville afirmou que "na política, os ódios comuns são a base das alianças", mas, não basta isto para que as alianças sejam efetivas: para tal, faz-se necessário ouvir Napoleão III, que aconselhou que "em política é preciso curar os males e nunca vingá-los.".

Jader Barbalho e Almir Gabriel, embora possam estar, por via das circunstâncias, tangendo Alexis de Tocqueville, de certo estão também ouvindo Napoleão III.

Postado às 21h16

Ana e Jader juntos




Foi ontem na festa de aniversário do deputado federal Beto Faro no Hangar Centro de Convenções da Amazônia. Quem esteve lá, garante que eles conversaram longamente. Para ver mais fotos vá ao blog da governadora.
Postado às 17h57

O articulador da chamada terceira via

Ne edição de domingo do Diário do Pará

A candidatura do peemedebista Domingos Juvenil ao governo do Estado ganhou um cabo eleitoral inesperado. O ex-governador tucano Almir Gabriel se tornou um dos maiores entusiastas do candidato do PMDB e, nos bastidores, está agindo como importante articulador em busca de apoios para o deputado. “O Juvenil vai para o segundo turno. Vai tirar o Jatene”, declara referindo-se ao candidato tucano Simão Jatene

Postado às 09h25

sábado, 19 de junho de 2010

A entrevista de Almir

Nas últimas três semanas, tenho ligado quase religiosamente ao ex-governador Almir Gabriel em busca de uma entrevista.

Meus telefonemas eram solenemente ignorados.

No início desta semana, minha chatice venceu a teimosia dele. Um interlocutor avisou que o “doutor Almir” poderia falar comigo.

Liguei e marcamos no sítio Ipitu, onde o ex-governador cultiva orquídeas e traça estratégias políticas.

Meu interesse em voltar a falar com Almir Gabriel se deveu às informações que me chegavam de que ele havia se tornado um entusiasta da candidatura do peemedebista Domingos Juvenil ao governo. E mais: estaria pronto para subir no mesmo palanque que o deputado federal Jader Barbalho, cena inimaginável até bem pouco tempo. Estava curiosa para ouvir as explicações de Almir para tal guinada.

O ex-governador marcou a entrevista para às 16 horas de uma sexta-feira - piores dia e horário para um repórter que precisa escrever material para o final de semana. Mas nem negociei. Tive medo de que ele desmarcasse.

No dia e hora combinados, fui ao Ipitu acompanhada do fotógrafo Thiago. Almir nos recebeu bem humorado e descalço. Vestia calça azul de elástico e camiseta regata da nike.
Conversarmos sobre a política paraense, falamos de orquídeas e, finalmente, conheci o famoso sítio de que tanto ouvira falar.

Constatei que o ex-governador superou qualquer problema que tivesse com Jader e o PMDB. Hoje, seus alvos são o PT de Ana Júlia Carepa, o tucano Simão Jatene e a Vale.

Os detalhes da entrevista você lê na edição de domingo do Diário do Pará que vai para as ruas daqui a pouco.

Postado às 17h43

Lula, o desenvolvimentista

Do site de Ancelmo Góis


Lá no norte

Lula vai terça agora ao Pará. Pela manhã, visita, em Altamira, o início das obras da usina de Belo Monte e a pavimentação da Transamazônica. À tarde, deve ir à Vale, em Marabá, conhecer o terreno onde a mineradora promete construir uma siderúrgica.

Mas o que se diz na rádio canteiro de obras é que Lula irá anunciar lá a construção de outra hidrelétrica no Pará, a do Rio Tapajós.

Postado às 09h45

Para Silvia

E a todos os fãs de Chico Buarque que hoje completa 66 anos



Postado às 09h26

sexta-feira, 18 de junho de 2010

José Priante é o entrevistado do "Jogo Aberto" deste sábado

O ex-deputado federal José Priante é o entrevistado deste sábado no programa "Jogo Aberto" que traz também o sexto capítulo da radionovela "A Roda do Poder", com o episódio "A Copa Eleitoral em Pangará".

Os candidatos Juliana Túlia, Sábado Infantil, Simeão Arteni, Narder Carvalho, Vanderléria Iris Branco, Saulo Tocha e o negociante de resultados Óciomar Gosta entram em campo para uma animada partida em que vale tudo. Em jogo, a taça do poder.

A narração é do repórter Hilário Picanha, com os comentários de Sherlock Mendes e equipe político-esportiva da Tabajara, direto do estádio Açaizão, na cidade de Blém Blém. O programa jogo aberto é apresentado pelos jornalistas Carlos Mendes e Francisco Sidou.

Para participar da entrevista de José Priante e comentar a radionovela, os ouvintes e internautas da Tabajara poderão telefonar para (91) 3226-0245, enviar perguntas pelo e-mail http://br.mc513.mail.yahoo.com/mc/compose?to=radiotabajarafm@hotmail.com ou ainda pela Internet no endereço http://www.radiotabajara.com.br/


Postado às 23h05

Jader diz que PMDB vai reagir à chantagem do governo

Perguntei ao deputado Jader se procediam as informações de que o PMDB ameaçava trabalhar para criar Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) na Assembleia Legislativa para apurar fraudes no atual governo.

Jader explicou que o assunto surgiu porque prefeitos teriam reclamado que estavam sendo pressionados a apoiar o governo, sob pena de não receberem a fatia dos recursos destinados aos municípios no empréstimo de R$ 366 milhões.

A pressão se daria por meio do secretário de Integração Regional, André Farias.

“Vamos tratar os adversários como formos tratados. Para isso temos instrumentos que não foram produzidos pela oposição, mas pelo próprio governo”, disse citando “as caixas da doutora Tereza” como exemplo desses instrumentos.

A Tereza a que se refere, todos sabem, é a Cordovil, ex-auditora Geral do Estado e as caixas são as enviadas à Assembleia, contendo dezenas de relatórios de fiscalizações feitas nos órgãos públicos estaduais. Os documentos apontam uma série de irregularidades na administração de Ana Júlia Carepa.

Indaguei se o PMDB estava chantageando o governo e Jader respondeu “Chantagem é não cumprir o que foi acordado no projeto do empréstimo. Queremos apenas o cumprimento do que foi aprovado em lei. Chantagem é dizer a um prefeito que ele vai ter a vida facilitada se apoiar o governo. Estamos apenas reagindo”, disse.

Postado às 21h20